#6 Flotsam and Jetsam: Doomsday for the Deceiver

Uma faixa era suficiente!

Antes de mais nada, quero dizer que neste post corro o risco de ser extremamente injusto, pois vou colocar minha opinião, a de quem ouviu em 2017, um disco que com certeza teve sua importância na época em que foi lançado.

Dito isto, começo dizendo que DOOMSDAY FOR THE DECEiVER, disco de estréia do então desconhecido futuro ex-baixista do Metallica, Jason Newsted, não mosta muita diferença entre uma faixa e outra.

Não que o disco seja ruim. Longe disso. Lançado em 1986, a banda faz um trash metal competente, bem à moda do que Metallica e Megadeth faziam e que parecia ser a vertente mais forte das bandas da Bay Area e arredores. Apesar de ser do Arizona, os caras do Flotsam and Jetsam conseguiram incorporar bem esse estilo, adicionando aqui e acolá alguns momentos mais melódicos, que estranhamente não sei porque cargas dágua me lembraram trechos do disco Soldiers of Sunrise, dos brasileiros do VIPER (lógico que teria que ser o contrário, já que este ultimo foi lançado apenas em 1987).

O problema do disco é que as faixas são basicamente muito parecidas, o que, pelo menos, pra mim, dificultou a identificação maior com uma música específica. Aquela que me desse vontade de escutar novamente, quando acabasse o disco.

A banda seguiu com outros lançamentos e sinceramente não sei a linha que seguiram no som. Talvez volte à discografia deles mais à frente pra conferir. Ou não.

Sendo assim, vamos às notas!

NOTAS (0 a 10)

  1. Composições: 7.0
  2. Letras: 7.0
  3. Originalidade e inovação: 7.0
  4. Artes: 7.0
  5. Produção: 6.5

NOTA FINAL: 6.9

VALE SEU TEMPO? Sinceramente? Não. Há tanta coisa realmente boa por aí hoje, que é um desperdício de tempo dedicar quase uma hora pra ouvir um disco sem muita inspiração, que não agrega muito em termos artísticos. A não ser que você seja um grande apreciador do gênero trash metal, do Metallica e/ou do Jason Newsted…

Site Oficial da Banda

Esse disco foi sugerido por Ricardo Cunha. Valeu Ric!

Quer sugerir algum disco?? Coloca aí nos comentários! Fala também o que você achou do disco acima!

 

Anúncios

7 comentários Adicione o seu

  1. Rogério disse:

    Experiência interessantíssima ouvir esse disco que eu também desconhecia, Sid.

    Quando se passa uma vida inteira convivendo com a excelência de trabalhos como “Bonded by Blood” e “The New Order”, é bem fácil de se perder a noção do quanto o Thrash exige do sujeito que o compõe/executa.

    Usando os dois discos acima como comparação, Gary Holt gravou o “Bonded…” com 21 anos e Alex Skolnick gravou o “New Order” com 20(!!!). Tudo que eu esperaria desses moleques era que eles soassem como… o Flotsam & Jetsam nesse álbum.

    Sempre me impressionou como essa música pudesse emanar de uma galera marginalizada e o Doomsday é um disco com limitações técnicas/criativas bem severas, mas que detém um papel importante de jogar luz sobre trabalhos de seus contemporâneos.

    Destaque para a faixa Metalshock que é muito boa e pra capa que é horrorosa!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Rogério disse:

    Eita que aqui ninguém alisa! :-)))

    Não é a primeira vez que “a componente antropológica” segrega capazes de inaptos nas nossas discussões.

    Agora é esperar um físico visitar o blog e argumentar que a audição do álbum só será satisfatória para aqueles que compreendem as formulas de propagação e reverberação de ondas no ar.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Ricardo Cunha disse:

      É! kkkkk

      Curtido por 1 pessoa

  3. Aline Lira disse:

    Uau! Gostei da ideia. E do blog. E do autor. Aprovado! ;DD

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s